Rua Dona Adma Jafet, 50 - 13º andar - Cj 131/132  - Bela Vista      São Paulo, SP 01308-050

+ 55 11 3231-3499

©  2019 

Saiba mais sobre cirurgia oncológica

1. Qual a finalidade da cirurgia oncológica? A cirurgia oncológica tem como finalidade prevenir, diagnosticar, estadiar e tratar o câncer, além de aliviar o desconforto ou problemas relacionados com a doença. Às vezes, a cirurgia é usada para mais de um desses objetivos. Em outros casos, mais cirurgias podem ser necessárias ao longo do tempo.

2. A cirurgia é uma forma de diagnosticar o câncer?

Sim! Em muitos casos, a única maneira de saber se uma pessoa tem câncer e qual o tipo de câncer é retirando uma amostra de tecido e enviando-a para análise, a fim de realizar uma biópsia. O diagnóstico é feito analisando as células da amostra com um microscópio ou fazendo outros testes de laboratório. 3. O que é cirurgia de estadiamento do câncer? A cirurgia de estadiamento é feita com o objetivo de diagnosticar qual o tipo de câncer do paciente e se existe disseminação da doença. Durante esta cirurgia, a área em torno do tumor é examinada. Isso é importante porque fornece informações para orientar as decisões sobre o tratamento e prognóstico.

4. Existe mais de um tipo de cirurgia para tratamento do câncer? Sim! As cirurgias oncológicas, podem ser classificadas como:

  • Cirurgia Curativa: feita quando o tumor está localizado em apenas uma parte do corpo, e quando provavelmente toda a doença possa ser retirada. Nesses casos, a cirurgia pode ser o tratamento principal.

  • Cirurgia para Remover parte do Tumor: procedimento usado para remover parte, mas não toda a doença. Às vezes, isso ocorre quando retirar todo o tumor causaria muito dano a órgãos ou tecidos próximos. Nesses casos, o cirurgião pode remover o máximo possível do tumor e tratar o que restou com radioterapia, quimioterapia ou outros tratamentos.

  • Cirurgia Paliativa: usada para tratar problemas causados ​​pela doença avançada, com o objetivo de aliviar sintomas que causam desconforto ou incapacidade. A cirurgia paliativa ajuda a aliviar os problemas causados ​​pelo câncer e oferece melhor qualidade de vida aos pacientes, mas não trata ou cura o câncer.

  • Cirurgia de Suporte: realizada para os pacientes terem acesso a outras opções terapêuticas. Por exemplo, a inserção de cateter para a administração da quimioterapia.

  • Cirurgia Preventiva (Profilática): é feita para remover o tecido que provavelmente se tornará câncer, mesmo que não exista sinais de câncer no momento da cirurgia. Às vezes, um órgão inteiro é removido quando uma pessoa tem uma condição que aumenta seu risco de câncer.

Sua saúde